quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Liga dos Campeões: Benfica perde na Alemanha

Não tem sido uma jornada europeia fácil para as equipas portuguesas. Depois da derrota caseira do Braga ontem, hoje foi a vez do Benfica entrar em campo, na Alemanha, onde defrontou o Schalke.
Os encarnados que vinham em recuperação, foram travados pelo penúltimo classificado da Bundesliga. Derrota por 2-0.
Até foram os actuais campeões nacionais a dominar o primeiro quarto de hora da partida. Depois de um forte domínio, o Benfica deixou-se ir "abaixo".
Aos poucos, o Schalke foi equilibrando a partida, e dispôs mesmo de uma soberana ocasião para abrir o marcador. Raúl teve uma excelente combinação com Jurado, e já depois de receber o esférico dentro de área, rematou ao poste. Na recarga, Roberto evitou o primeiro golo do jogo.
O mesmo guarda-redes que não há muito tempo era o "cristo" dos encarnados, tem vindo a efectuar boas exibições, e hoje, voltou a brilhar.
Minutos depois de negar o golo a Raúl, Roberto fez uma defesa espantosa negando o golo a Rakitic.
Jurado era um verdadeiro perigo para os encarnados, e Javi García não conseguia deter o seu compatriota. Faltou quem acompanhasse Jurado no ataque, para que os "rasgos" do espanhol dessem resultado.
Na segunda parte, o jogo piorou em termos de qualidade, muito por culpa do Benfica. Os encarnados continuavam inoperactivos e com dificuldades em ligar os sectores.
O jogo estava fraco, e a vitória poderia cair para qualquer um dos lados. Ninguém parecia disposto a arriscar, e o Schalke aproveitou a ligeira superiodade de que dispunha para amealhar três pontos.
Num lance em que a bola cruzou a área do Benfica em duas ocasiões, Farfán "tratou" de abrir o activo, quando estavam decorridos 73' minutos.
Depois do golo, o jogo continuou igual: muita desconcentração, muitos passes errados. Resumindo, muito pouco futebol.
E, foi assim que aos 85' o Schalke selou o triunfo. Raúl tomou a iniciativa, avançou no terreno, deixou para Jones na esquerda e o alemão "limitou-se" apenas a cruzar para o interior da área, onde estava Huntelaar completamente solto a empurrar para o segundo golo. Aqui, David Luiz desatento, permitiu que o holandês finalizasse completamente à vontade.
Curiosamente, foi o ponta de lança que Jesus queria para o Benfica, a dar a "machadada" final no encontro.
O Benfica continua sem vencer na Alemanha, enquanto que o Schalke averbou o primeiro triunfo da temporada no seu terreno.
Nas próximas jornadas, o Benfica terá pela frente o Ol. Lyon, que soma por vitórias os dois jogos disputados na Champions.
Ficha de Jogo:

Schalke: Neuer; Uchida (Sarpei 58'), Metzelder, Papadopoulos e Schmitz; Matip, Jurado (Kluge 78') e Rakitic (Jones 66'); Huntelaar, Raúl e Farfán.
Treinador: Felix Magath. Suplentes Não Utilizados: Schober; Plestan, Edu e Jendrisek.

Benfica: Roberto; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e César Peixoto; Javi García, Carlos Martins, Gaitán (Salvio 45') e Fábio Coentrão; Saviola (Aimar 63') e Cardozo (Alan Kardec 71').
Treinador: Jorge Jesus. Suplentes Não Utilizados: Moreira; Sidnei, Airton e Felipe Menezes.

Disciplina:
Amarelos: Gaitán 45'; Salvio 49'; Javi García 56'; Uchida 57'; Farfán 62';

Golos: 1-0 Farfán 73'; 2-0 Huntelaar 85';

1 comentário:

  1. Que há a dizer? Ainda não foi desta que venceram na Alemanha. Mas tudo está em aberto...

    ResponderEliminar