quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Liga Europa: Sporting empata; FC Porto perde

(Hulk prepara-se para ultrapassar Kompany, com Lescott na expectativa.)
Sporting e FC Porto alcançaram hoje resultados distintos na primeira mão dos 16-Avos-de-Final da Liga Europa. Em Varsóvia, na Polónia, os 'Leões' alcançaram uma igualdade a dois golos; enquanto que os portistas foram derrotados em casa pelo Manchester City, por 1-2.
Primeiro, entrou em campo o Sporting, que tal como o Benfica, jogou debaixo de temperaturas negativas, e com um relvado muito mal tratado, o que dificultava a acção dos jogadores.
Não seria então de estranhar, que o primeiro golo da partida aparecesse na sequência de um lance de bola parada, a oito minutos do intervalo: livre lateral para o Légia, e Wawrzyniak, com alguma sorte à mistura, a inaugurar o marcador.
Sá Pinto lançou ao intervalo Pereirinha e Carriço por troca com Izmailov e Schaars, mas seria Patrício a negar o 2-0 logo ao minuto 48', após erro de Polga.
Ao minuto 60', Carriço viria a empatar a partida, também na sequência de um lance de bola parada, e após assistência de Matías.
Sá Pinto lançou André Santos por troca com Carrillo ao minuto 74', mas pouco depois seriam os polacos a marcar: fora-de-jogo não sancionado a Wolski, e este a oferecer o golo a...Gol.
Quando já todos pensavam que o resultado não sofreria alterações, eis que André Santos, ao minuto 88', apontou um belo golo, que além de dar o empate, dá vantagem aos Leões na eliminatória.
Sá Pinto foi feliz nas alterações que fez, e recebe o Légia na próxima quinta-feira, às 20h05.
Já o FC Porto, perdeu no seu próprio terreno e está numa posição bastante complicada para seguir em frente na Europa.
A um início algo tímido dos 'Dragões', marcado pela lesão de Danilo aos 17' minutos, seguiu-se o 1-0 ao minuto 27': boa combinação entre Lucho e Hulk, e o brasileiro a cruzar para Varela abrir o activo.
O Porto dominou na primeira parte, e ao intervalo, tudo era perfeito. Mas logo a abrir o segundo tempo, veio um auto-golo de Álvaro Pereira, num lance em que o uruguaio bate contra Balotelli, e no momento em que se agacha para que Helton recolhesse a bola, esta bate-lhe nas costas e passa por cima do guardião brasileiro - ligeiramente adiantado.
Mancini lançou Aguero aos 78' minutos, e o argentino viria a colocar um ponto final na partida - e talvez na eliminatória - com um golo ao minuto 85', após trabalho individual de Yaya Touré na ala esquerda.
O FC Porto, tem agora a difícil tarefa de anular dois golos de desvantagem, 'visitando' o Ettihad Stadium na próxima quarta-feira, pelas dezassete horas.

Sem comentários:

Enviar um comentário