sexta-feira, 6 de abril de 2012

Liga Europa: Sporting na Meia-Final

O Sporting apurou-se ontem à noite para as Meias-Finais da Liga Europa, tendo empatado a uma bola frente ao Metalist em Kharkiv. Pela segunda temporada consecutiva, Portugal coloca representantes nas Meias-Finais desta prova, sendo que desta vez a curiosidade vai para o facto de estarem três equipas espanholas - Valência, At. Madrid e At. Bilbao - e uma portuguesa, um cenário diferente do da temporada transacta, que tinha três equipas portuguesas e uma espanhola.
Os 'Leões' abriram o activo por intermédio de Wolfswinkel à beira do intervalo, com Cristaldo a restabelecer o empate ao minuto 57', sendo que Rui Patrício defendeu uma grande penalidade logo de seguida.
O Sporting entrou cauteloso, embora Sá Pinto tenha dito na véspera que não iria jogar para o nulo. André Martins foi a novidade no onze, e respondeu à altura, trazendo maior capacidade e qualidade na circulação de bola ao meio-campo leonino.
Com cautelas e com rigor defensivo, a turma leonina foi mantendo o perigo afastado da sua baliza, e acabaria por chegar ao golo em cima do intervalo: Capel trabalhou bem na esquerda, cruzando depois direitinho para a cabeça de Wolfswinkel, com o holandês a inaugurar o marcador.
Para o segundo tempo, o técnico do Metalist lançou de imediato Devic, e seria através da cabeça deste que os ucranianos chegariam ao empate: bola bombeada, desvio de Devic a isolar Cristaldo, e o argentino a rematar sem hipótese para Patrício, estavam decorridos 57' minutos.
Sá Pinto trocou Matías por Renato Neto, numa tentativa de dar mais músculo ao meio-campo, mas seriam os ucranianos a estarem mais perto do segundo golo, quando ao minuto 61', Insúa derrubou Devic, e o árbitro assinalou grande penalidade: chamado a converter, tal como em Alvalade, Cleiton Xavier, desta vez, permitiu a defesa de Rui Patrício com as pernas.
Adivinhavam-se então cerca de trinta minutos de sofrimento para as hostes sportinguistas, que foram aguentando a pressão ofensiva do Metalist, que apesar de tudo não conseguiu criar muitas e grandes oportunidades de golo.
Os 'Leões' foram-se aguentando na defensiva, tendo quase abdicado de atacar, e tiveram ainda de resistir a quatro minutos de desconto transformados em seis pelo árbitro da partida.
O Sporting está assim pela quinta vez numa meia-final europeia, e defrontará agora os espanhóis do At. Bilbao, com o primeiro 'round' marcado para Alvalade, dia 19 de Abril.
Ficha de Jogo:

Jogo realizado no Metalist Stadium, em Kharkiv
Quarteto de Arbitragem composto por: William Collum (Escócia - Árbitro Principal); Derek Rose e Alasdair Ross (Árbitros Assistentes); Bobby Madden (Quarto Árbitro)

Metalist (4-2-3-1): Goryainov; Villagra, Obradovic, Berezovchuk e Pshenychnykh (Blanco 84'); Torres (Marlos 70') e Edmar (Devic 45'); Sosa, Cleiton Xavier e Taison; Cristaldo.
Treinador: Myron Markevich. Suplentes Não Utilizados: Dišljenković; Radchenko, Shelayev e Valyayev.

Sporting (4-2-3-1): Rui Patrício; João Pereira, Xandão, Polga e Insúa; Schaars e André Martins (André Santos 71'); Diego Capel (Evaldo 82'), Matías (Renato Neto 59') e Izmailov; Wolfswinkel.
Treinador: Sá Pinto. Suplentes Não Utilizados: Marcelo; Carrillo, Ribas e Rubio.

Disciplina:
Amarelos: Berezovchuk 41'; Sosa 59'; Xandão 63'; Torres 69'; Taison 83'; Evaldo 90'; Obradovic 92'.

Marcador: 0-1 Wolfswinkel 44'; 1-1 Cristaldo 57'.

Sem comentários:

Enviar um comentário