segunda-feira, 9 de abril de 2012

Liga ZON: Sporting vence Benfica

O Sporting venceu o Benfica por uma bola a zero e ascendeu ao quarto lugar da Liga, atrasando os encarnados na luta pelo título.
O único tento da partida, foi apontado por Wolfswinkel na conversão de uma grande penalidade, que levantou muitas dúvidas. Antes disso, quando ainda se jogavam os primeiros segundos, havia ficado por marcar uma grande penalidade a favor do Benfica.
A partida começou com sinal mais para os encarnados, que como já disse, deveriam ter tido uma grande penalidade a favor, ainda o primeiro minuto não estava cumprido: Gaitán adiantou a bola, e Polga ceifou autenticamente o argentino. Soares Dias deu canto.
Aos 17' minutos, Wolfswinkel ganhou em velocidade a Luisão, e ao sentir a mão do central benfiquista no seu pescoço, deixou-se cair. Grande penalidade para os 'Leões', com o próprio holandês a converter sem hipótese de defesa para Artur.
O Benfica que havia começado por cima, estava agora 'atado' de pés e mãos por um Sporting trabalhador, que aos 25' ficou a reclamar grande penalidade por empurrão de Garay a Wolfswinkel.
Porém, e ainda antes do golo do Sporting, há a registar um remate de Javi García, que obrigou Patrício a uma defesa apertada para canto.
Para o segundo tempo, Jesus trocou Rodrigo por Yannick, na tentativa de dar mais acutilância e velocidade ao ataque encarnado, mas apesar disto foi o Sporting a primeira equipa a poder marcar, quando aos 51' Wolfswinkel atirou para grande defesa de Artur.
Dois minutos volvidos, foram os encarnados a 'cheirar' o golo, quando Maxi Pereira aproveitou uma série de ressaltos na área leonina, e cabeceou para a baliza, mas Insúa quase em cima da linha evitou o empate.
O jogo continuava electrizante neste recomeço, com Artur a voltar a ser posto à prova, desta vez através de um remate perigosíssimo de Schaars.
Aos 60', Javi García isolou...Wolfswinkel, mas o holandês permitiu a defesa de Artur, sendo que Jesus de imediato substituiu o espanhol por Nélson Oliveira.
Pouco depois, o Sporting voltou a ameaçar chegar ao 2-0, com um tiraço saído do pé direito de Izmailov, que só a trave evitou que fosse golo.
Wolfswinkel continuava a desperdiçar 'golos feitos', e aos 72', depois de isolado por Elias, e de passar por Artur, o holandês escorregou no momento do remate, levando Alvalade ao desespero.
O Benfica respondeu e ia empatando por intermédio de um antigo leão: cruzamento de Gaitán na esquerda, e remate cruzado de Yannick, com a bola a rasar o poste esquerdo da baliza de Patrício.
Sá Pinto trocou Wolfswinkel por Rubio, com o avançado chileno, ainda com idade de júnior, a entrar bem na partida, dando que fazer aos centrais encarnados.
Por duas vezes apanhado em posição irregular, Rubio chegou mesmo a marcar aos 88', na recarga a um remate do seu compatriota Matías, mas o lance seria, naturalmente, anulado. Antes disso, Izmailov havia fugido aos defensores encarnados em zona central, mas atirou para mais uma defesa de Artur.
Até final, houve tempo para a expulsão de Luisão, que viu o segundo cartão amarelo por falta sobre Rubio.
O Benfica fica agora a quatro pontos da liderança, enquanto que o Sporting ultrapassou o Marítimo na tabela e está em quarto. Os encarnados têm razões de queixa da arbitragem, mas o triunfo leonino nem sequer deve ser posto em causa.
Ficha de Jogo:

Jogo realizado no Estádio de Alvalade, em Lisboa
Quarteto de Arbitragem composto por: Artur Soares Dias (Árbitro Principal); Bertino Miranda e Rui Licínio (Árbitros Assistentes); Carlos Xistra (Quarto Árbitro)

Sporting (4-2-3-1): Rui Patrício; João Pereira, Polga, Xandão e Insúa; Elias e Schaars (Carriço 64'); Izmailov, Matías e Capel (Carrillo 89'); Wolfswinkel (Rubio 73').
Treinador: Sá Pinto. Suplentes Não Utilizados: Marcelo; Evaldo, Renato Neto e André Martins.

Benfica (4-1-3-2): Artur; Maxi Pereira, Garay, Luisão e Emerson; Javi García (Nélson Oliveira 61'); Bruno César, Witsel e Gaitán (Nolito 73'); Cardozo e Rodrigo (Yannick 45').
Treinador: Jorge Jesus. Suplentes Não Utilizados: Eduardo; Jardel, Capdevilla e Matic.

Disciplina:
Amarelos: Luisão 17' e 90'; Javi García 27'; Schaars 39'; Xandão 44'; Nélson Oliveira 64'; João Pereira 64'; Polga 69'; Nolito 76'; Carriço 80'; Witsel 80'; Elias 81'.
Vermelhos: Luisão 90'.

Marcador: 1-0 Wolfswinkel 18' G.P..

Sem comentários:

Enviar um comentário