sexta-feira, 11 de maio de 2012

Hugo Pina: "Fátima foi melhor que nós"

(Os festejos torreenses, após a vitória sobre o Gil Vicente na terceira eliminatória da Taça.)
Apontado como o grande favorito à subida na Zona Sul da II Divisão, a par do Fátima, o Torreense quebrou na recta final do campeonato, vencendo apenas dois dos últimos oito jogos, perdendo a primeira posição primeiro para o Oriental, e posteriormente para o Fátima.
O blogue falou com Hugo Pina, jogador dos torreenses, que apesar do fracasso na parte final da temporada, referiu que a equipa sempre deu tudo dentro de campo, e por isso saiu de consciência tranquila:
"É difícil dizer ao certo, quais os motivos para termos falhado nos últimos jogos, mas penso que foi um pouco de tudo, desde ansiedade, pressão, nervosismo e alguma falta de concentração nos momentos mais importantes do jogo. Mas sinceramente, penso que fomos uma equipa que sempre deu tudo em todos os jogos, e quando assim é, resta-nos sair de consciência tranquila, e dar os parabéns ao Fátima, porque foi melhor que nós."
Com tradição na Taça de Portugal, o Torreense eliminou esta temporada Gil Vicente e Rio Ave, ambos da Liga principal do futebol português, mas no campeonato, os lisboetas perderam vários pontos contra equipas do fundo da tabela.
Hugo Pina reitera que a equipa sempre respeitou todos os adversários da mesma maneira, e que as coisas não estão relacionadas:
"Penso que os jogos que ganhamos na Taça de Portugal, nada tiveram a ver com os pontos perdidos contra as equipas da parte de baixo da tabela, até porque sempre respeitamos todos os adversários da mesma maneira."
É precisamente na Taça, que Hugo Pina encontra um dos pontos positivos da temporada, referindo ainda que em trinta jornadas da II Divisão, o Torreense liderou vinte e uma:
"Ponto alto da época, foram claramente as vitórias sobre o Gil Vicente e o Rio Ave para a Taça. No campeonato, levamos connosco o facto de em trinta jornadas termos estado vinte e uma em primeiro. Ponto baixo, claramente o jogo em casa com o Mafra, a três jornadas do fim, quando tinhamos a vitória praticamente garantida, mas tivemos a infelicidade de fazermos um auto-golo no último segundo do jogo e sofrermos a consequente perca do primeiro lugar."
Hugo Pina, que tanto joga a defesa-central como a médio defensivo, participou em vinte e sete jogos na II Divisão, seis como suplente utilizado, tendo marcado três golos, e considera que a nível pessoal fez uma época bastante boa:
"A nível pessoal, foi uma época bastante boa, pois fui um dos três jogadores com mais minutos no campeonato, algo que me fez sentir uma peça importante na equipa."
Quanto ao futuro, o jogador revela que o seu pode passar pela Liga Orangina:
"Em relação ao futuro, ainda é bastante cedo para saber onde vou jogar na próxima época, até porque a Liga Orangina ainda está em andamento, e tendo já chegado algumas aproximações, é momento de esperar por algo mais, e esperar também que o telefone toque."
Actualmente com vinte e oito anos, Hugo Pina dividiu a sua formação entre Belenenses e Sporting, tendo representado enquanto sénior, além da equipa B dos leões, os seguintes clubes: Olivais e Moscavide, Córdoba e Guadalajara, ambos de Espanha, Ribeirão, Lousada e Oriental, antes de ter chegado esta temporada ao Torreense.

Sem comentários:

Enviar um comentário