terça-feira, 28 de setembro de 2010

Liga dos Campeões: Braga derrotado em casa

E à 2ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Braga voltou a perder. Na recepção aos ucranianos do Shakhtar, os bracarenses acabaram goleados por 3-0.
No outro jogo do grupo, o Arsenal venceu em Belgrado, o Partizan por 1-3, e partilha agora, a liderança com o Shakhtar.
No primeiro tempo, os bracarenses dispuseram de algumas ocasiões de golo, mas não conseguiram concretizar.
Moisés de cabeça, esteve perto de marcar; e depois Salino falhou o desvio vitorioso por milímetros. Além destes desperdícios, havia ainda um guarda-redes muito inspirado, de seu nome, Pyatov.
O árbitro da partida, também ajudou à "festa", ao ter um critério demasiado largo, que irritou adeptos e jogadores do Sp. Braga.
Aos 32' minutos Rakitskyi arriscou ver o cartão vermelho, ao derrubar Paulo César no limite da grande área. A equipa de arbitragem nada marcou.
No segundo tempo, Domingos substituiu Leandro Salino, e o Braga perdeu equilíbrio. O técnico do Braga colocou em campo o atacante Lima, "sacrificando" o seu médio organizador, lançando-se à procura da vitória, mas as coisas não deram certo.
Passe de Douglas Costa e remate eficaz de Luiz Adriano. 0-1 aos 57', num lance em que Felipe é mal batido.
O Braga voltou a "carregar" na procura do empate, mas Pyatov foi evitando o empate, ao deter remates perigosos de Matheus, Paulo César e Lima.
Os ucranianos resistiram à pressão minhota, e selaram o triunfo a cerca de vinte minutos do fim. Luiz Adriano levou a melhor sobre Moisés, e fez o 0-2.
Antes do final do jogo, ainda houve tempo para mais um golo. Douglas Costa, um "puto" de reconhecido talento, selou as contas da partida, na conversão de uma grande penalidade já em período de descontos.
Ficha de Jogo:

Sp. Braga: Felipe; Miguel Garcia, Moisés, Rodríguez (Paulão 36') e Sílvio; Vandinho (Márcio Mossoró 74') e Leandro Salino (Lima 55'); Alan, Luís Aguiar e Paulo César; Matheus.
Treinador: Domingos Paciência. Suplentes Não Utilizados: Arthur; Elderson Echiéjilé, Andrés Madrid e Hugo Viana.

Shakhtar: Pyatov; Srna, Kucher, Rakitskiy e Rat; Hubschman (Vitsenets 79') e Gai (Jadson 65'); Douglas Costa, Mikhitaryan e Willian; Luiz Adriano (Eduardo 78').
Treinador: Mircea Lucescu; Suplentes Não Utilizados: Tetenko; Chyzhov, Kobin e Alex Teixeira.

Disciplina:
Amarelos: Rat 40'; Hubschman 51'; Mikhitaryan 61'; Matheus 87'; Douglas Costa 89'; Paulo César 90+1';

Golos: 0-1 Luiz Adriano 57'; 0-2 Luiz Adriano 72'; 0-3 Douglas Costa 90+2';

1 comentário:

  1. Pois é...o Braga tem boa equipa, disso não há duvida. Mas jogar nesta Liga implica ter muita experiência nestas andanças...estes Ucranianos sabem jogar à bola e são muito experientes nestas andanças. Venceram a Taça Uefa muito recentemente, isto demonstra que não são nenhuns mancos.
    Ao Sp. Braga resta-lhe continuar a ganhar experiência nisto...e tentar ganhar um joguito ou outro...julgo que poderão vencer o Partizan...e isso é importante para, pelo menos, seguir para a Liga Europa.

    ResponderEliminar