quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Selecções: Portugal vence na Islândia por 1-3

Portugal bateu na noite de ontem, a sua congénere da Islândia, em Reiquejavique, por 1-3, somando assim o segundo triunfo na qualificação para o Euro 2012. Segundo triunfo esse, que é também o segundo de Paulo Bento enquanto seleccionador nacional.
O técnico repetiu o onze, que venceu a Dinamarca, e não se deu mal. Portugal entrou confiante, e logo aos 3' minutos Cristiano Ronaldo abriu o activo, na sequência de um livre directo. Mais uma "bomba" do internacional português.
Seguiram-se cerca de vinte minutos de domínio do jogo por parte de Portugal, que só foi interrompido quando os islandeses começaram a conquistar pontapés de canto e livres laterais.
A Islândia procurava chegar à área através do jogo aéreo, e na sequência do primeiro pontapé de canto a seu favor, chegou ao empate. Helguson saltou mais alto do que Ricardo Carvalho, e aproveitou o facto de Eduardo se ter feito mal ao lance. 1-1 aos 17'.
De seguida, Hugo Almeida teve uma ocasião de ouro para recolocar Portugal na frente do jogo, mas desperdiçou-a.
O jogo, perdeu então qualidade, com a Islândia a insistir no jogo aéreo.
Ainda assim, Portugal conseguiu chegar ao segundo golo. Novamente "à bomba". Desta vez, foi Raúl Meireles, quem a trinta metros da baliza, disparou um "míssil" indefensável para o guardião islandês.
Portugal acalmou, mas não conseguia recuperar a tranquilidade inicial.
Até ao intervalo, destaque para novo "tiro" de Ronaldo, com Gunnleifsson a sentir alguma atrapalhação para se apoderar totalmente do esférico.
No segundo tempo, Portugal poderia ter arrumado definitivamente a "questão", mas a trave impediu Raúl Meireles de bisar. Mais um "tiro" do médio do Liverpool.
O jogo estava desinteressante e Paulo Bento decidiu mexer na equipa: Hélder Postiga rendeu Hugo Almeida, e a troca teve efeitos (quase) imediatos.
Logo na primeira oportunidade de que dispôs, o ponta de lança do Sporting falhou um golo certo; mas, menos de um minuto depois, aproveitou um erro de Gunnleifsson, que largou o esférico para a frente, e apontou o terceiro da noite para Portugal.
Até ao fim, Portugal dispôs de ocasiões para alargar a vantagem, e para isso muito contribuiram as entradas de Danny e Tiago.
Agora, o futebol de Selecções só regressa para Junho, e o futuro de Portugal é, neste momento, risonho.
Ficha de Jogo:

Islândia: Gunnleifsson; Steinsson, Kristján Sigurdsson, Ragnar Sigurdsson e Indridi Sigurdsson (Adalsteinsson 85'); Daníelsson, Skúlason, Saevarsson (Gunnarsson 85') e Bjarnason (Thorvaldsson 68'); Helguson e Gudjohnsen.
Seleccionador: Ólafur Jóhannesson. Suplentes Não Utilizados: Arason; Hreidarsson, Saevarsson e Vilhjálmsson;

Portugal: Eduardo; João Pereira, Pepe, Ricardo Carvalho e Fábio Coentrão; Raúl Meireles, Carlos Martins (Tiago 76') e João Moutinho; Nani (Danny 87'), Hugo Almeida (Hélder Postiga 65') e Cristiano Ronaldo.
Seleccionador: Paulo Bento. Suplentes Não Utilizados: Beto; Bruno Alves, Paulo Machado e Varela.

Disciplina:
Amarelos: Skúlason 36'; Gudjohnsen 79'; Tiago 79';

Golos: 0-1 Cristiano Ronaldo 03'; 1-1 Helguson 17'; 1-2 Raúl Meireles 27'; 1-3 Hélder Postiga 72';

Sem comentários:

Enviar um comentário