quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Liga dos Campeões: Benfica empata e cai para a Liga Europa

Foi um Benfica guerreiro e sem medo, aquele que se apresentou para jogar em Camp Nou, frente ao 'temível' Barcelona. Com ou sem as estrelas, Barcelona não deixa de ser Barcelona, e os encarnados ficaram às portas do triunfo, e respectivo apuramento para os Oitavos.
O nulo reflecte a ineficácia de ambas as equipas, que construíram várias oportunidades de golo, o Benfica mais no primeiro tempo, e os 'culés' na etapa complementar.
Perante um Barcelona algo desfalcado, e com 'apenas' Puyol, Adriano e Villa a titulares, o Benfica foi a primeira equipa a ficar perto de marcar, quando logo aos doze minutos, e isolado por Ola John, Rodrigo rematou ao lado, quando tinha Nolito solto de marcação e disponível para abrir o marcador.
Aos 19', cruzamento de Nolito para Lima, com o brasileiro a não conseguir acertar na baliza, e na resposta, Garay a evitar o golo de Rafinha em cima da linha.
Este lance dos blaugrana não intimidou os encarnados, que aos 33' minutos, voltaram a ter em Nolito e Lima os protagonistas de uma jogada muito perigosa: o espanhol isolou o avançado canarinho, este rematou para defesa de Pinto, e a bola embateu caprichosamente no poste esquerdo da baliza catalã, antes de ser aliviada pelo jovem Planas.
Dois minutos depois, foi Ola John que depois de ultrapassar um defensor blaugrana, permitiu a defesa de Pinto. O Benfica estava claramente por cima na partida, mas faltava o golo.
E o segundo tempo abriu como o primeiro havia terminado: com os encarnados a terem sinal mais, e com Nolito logo aos dois minutos da etapa segunda, a ficar perto de marcar.
Vilanova não esperou mais, e lançou Messi por troca com Rafinha. O argentino veio para o campo, no intuito de dar seguimento às arrancadas de Tello pela esquerda, que já começavam a fazer mossa em Maxi Pereira.
Os encarnados recorriam agora a entradas mais durinhas, e com Messi a ficar marcado poucos segundos depois de ter entrado, ao ser completamente 'virado' por Luisão.
Jesus lançou André Almeida e Cardozo para os lugares de Rodrigo e Lima, para que o jovem português ajudasse a fechar o corredor direito dos encarnados.
Se pela direita, estava mais difícil atacar, o mesmo não se pode dizer pelo meio, quando aos 82' minutos o jovem Deulofeu levou toda a gente atrás, mas rematou torto e para fora. Nos últimos segundos da partida, já a esgotar os descontos, o Benfica ficou perto do triunfo, quando num contra-ataque, Maxi Pereira teve tudo para marcar, mas atirou com força por cima da baliza.
Destaque ainda para a saída de Messi a cinco minutos dos noventa, uma vez que o argentino chocou contra Artur no decorrer de uma jogada, deixando a sua equipa reduzida a dez elementos até final.
O Benfica 'arrancou' um nulo em Camp Nou, é certo e prestigiante, mas a vitória do Celtic sobre o Spartak Moscovo por 2-1, atirou com os encarnados para a Liga Europa.
Ficha de Jogo:

Jogo realizado no Estádio Camp Nou, em Barcelona - Espanha
Quarteto de Arbitragem composto por: Svein Moen (Árbitro Principal - Noruega); Kim Haglund e Frank Andas (Árbitros Assistentes); Sven Midthjell (Quarto Árbitro)

Barcelona (4-3-3): Pinto; Montoya, Adriano (Piqué 66'), Puyol e Planas; Song, Thiago Alcântara e Sergi Roberto; Tello (Deulofeu 79'), David Villa e Rafinha (Leo Messi 58').
Treinador: Tito Vilanova. Suplentes Não Utilizados: Valdés; Busquets, Dos Santos e Sergi Gómez.

Benfica (4-4-2): Artur; Maxi Pereira, Luisão, Garay e Melgarejo; Matic, Ola John, André Gomes e Nolito (Bruno César 63'); Lima (André Almeida 74') e Rodrigo (Cardozo 74').
Treinador: Jorge Jesus. Suplentes Não Utilizados: Paulo Lopes; Jardel, Luisinho e Gaitán.

Disciplina:
Amarelos: Nolito 42'; Rafinha 49'; Garay 56'; Luisão 59'; Adriano 60'; Matic 78'.

Marcador: Nada a registar.

Sem comentários:

Enviar um comentário