quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Espanha: Barça elimina Real da Taça

(Xabi Alonso parece desarmar Puyol com eficácia.)
Mourinho esteve perto de bater o pé ao Barcelona, mas ficou-se apenas pela intenção. A verdade, é que os madrilenos recuperaram de uma desvantagem de dois golos, e ficaram a um de seguirem em frente na Taça do Rei.
Depois da derrota por 2-1 na primeira mão, o Real entrou forte no Camp Nou, mas não conseguiu marcar, tendo até enviado uma bola à barra, por intermédio de Ozil.
Em cima do intervalo, Pedro Rodríguez aproveitou o 'cerco' dos jogadores blancos a Messi, e solto de marcação, atirou a contar. Já no período de descontos do primeiro tempo, e na sequência de um pontapé de canto, Dani Alves disparou uma 'bomba' que Casillas não conseguiu suster: 2-0.
Para o segundo tempo, Mourinho começou por tirar Lass Diarra aos 52', ele que até deveria ter sido expulso no primeiro tempo, lançando Granero, mas foi com as entradas de Callejón e Benzema para os lugares de Kaká e Higuaín aos 60', que a equipa madrilena 'acordou' para o jogo.
Foi então num ápice que o Real igualou a partida: Ronaldo, que até andava um pouco desaparecido do jogo, fez um bom golo aos 68', depois de 'sentar' Pinto; e aos 72', Benzema com um excelente trabalho à ponta de lança, fez o 2-2.
Depois, veio a tentativa madridista de chegar ao 2-3, algo que não chegou a acontecer, um pouco também por culpa de algumas más decisões da equipa de arbitragem, que anulou um golo aparentemente limpo a Sergio Ramos no segundo tempo, quando o resultado ainda era de 2-0.
Mourinho esteve perto de vencer, mas continua a 'malapata' nos jogos com o Barcelona.

Sem comentários:

Enviar um comentário