quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Liga Europa: Benfica elimina Leverkusen

O Benfica assustou-se, mas venceu o Bayer Leverkusen por 2-1, e segue para os Oitavos-de-Final da Liga Europa, onde vai agora defrontar o Bordéus de França.
Depois de uma primeira parte a ver jogar os alemães, a turma encarnada 'virou a página' graças a um belo golo de Ola John aos 60' minutos, e de Matić aos 77', depois de Schürrle ter marcado para os bávaros aos 75' minutos.
Como já disse, a primeira parte foi alemã: Schürrle logo aos três minutos disparou uma 'bomba' para defesa de Artur; Kiessling aos doze, rematou ao poste, após cruzamento de Carvajal; e a cinco minutos do intervalo, voltaria a ser Schürrle a estar perto de marcar, enviando nova bola ao poste direito da baliza encarnada.
Do Benfica pouco ou nada se viu, excepção feita a um bom golpe de cabeça de Gaitán aos dezasseis minutos, que obrigou Leno a uma defesa complicada.
Sem soluções, apático, e bastante lento e previsível na hora do passe, faltava muita coisa ao Benfica, que tinha em Carlos Martins, o 'elo mais fraco' do seu meio-campo. O internacional português seria, contudo, substituído aos 53' minutos por lesão, já depois de Kiessling ter marcado para o Bayer aos 50' minutos, apesar de estar em posição irregular, e do golo ter sido anulado por isso mesmo.
Se o do Leverkusen, até aqui melhor no jogo, não contou, o do Benfica dez minutos depois contaria: bom trabalho de Ola John na esquerda, feliz a ganhar o ressalto, e depois a rematar em arco sem hipótese para Leno. Grande golo do jovem holandês que desbloqueava uma partida que começava a ficar complicada para a turma encarnada.
Os alemães reagiram de pronto, e Artur foi obrigado a aplicar-se por duas ocasiões: primeiro a remate de Rolfes; depois, após nova tentativa de Schürrle.
Seria precisamente Schürrle a marcar a quinze minutos do fim, após ser servido de cabeça por um colega, e atirando de primeira sem hipótese de defesa para Artur.
Porém, o Benfica não deu aso a muitas esperanças alemãs, e dois minutos volvidos, Lima fugiu pela direita na sequência de uma bola bombeada por Artur, e com toda a calma do Mundo, cruzou para o segundo poste, onde apareceu Matić a marcar de cabeça.
Os benfiquistas ainda dispuseram de nova oportunidade para marcar, quando Salvio de cabeça, rematou ligeiramente por cima.
Não há duvidas de que o Benfica teve sorte, mas a sorte, essa, procura-se e trabalha-se, pelo que os encarnados estão assim nos Oitavos-de-Final da Liga Europa, onde vão defrontar o Bordéus, sendo que a primeira mão está marcada para o próximo dia 7 de Março, na Luz.
Ficha de Jogo:

Jogo disputado no Estádio da Luz, em Lisboa
Quarteto de arbitragem composto por: Pavel Královec (Árbitro Principal - República Checa);

Benfica (4-5-1): Artur; André Almeida, Luisão, Garay e Melgarejo; Gaitán, Matić, Enzo Pérez, Carlos Martins (Salvio 53') e Ola John (Jardel 90+2'); Cardozo (Lima 64').
Treinador: Jorge Jesus. Suplentes Não Utilizados: Paulo Lopes; Maxi Pereira, André Gomes e Aimar.

B. Leverkusen (4-3-3): Leno; Carvajal, Reinartz (Milik 73'), Wollscheid e Boenisch; Rolfes, Toprak e Bender (Hegeler 57'); Gonzalo Castro, Kiessling e Schürrle.
Treinador: Sascha Lewandowski. Suplentes Não Utilizados: Rensing; Schwaab, Friedrich, Kadlec e Júnior Fernandes.

Disciplina:
Amarelos: Bender 28'; Carvajal 45+2'; Enzo Pérez 54'; Ola John 61'; Matić 90+3'.

Marcador: 1-0 Ola John 60'; 1-1 Schürrle 75'; 2-1 Matić 77'.

Sem comentários:

Enviar um comentário