sexta-feira, 26 de abril de 2013

II Divisão: Vêm aí as decisões

(Ribeirão e D. Chaves empataram a uma bola no jogo da primeira volta.)
O que têm em comum D. Chaves, Ribeirão, Lusitânia, Bustelo, Farense, Mafra, Carregado e Oeiras, para além de competirem todos na II Divisão? A resposta é simples: todas estas formações deixaram a discussão dos seus objectivos para a última jornada da prova, com quatro a lutarem ainda pela subida, e as outras quatro a lutarem, naturalmente, pela manutenção.
Em vésperas do último e decisivo jogo da II Divisão para estas oito equipas, o Conversas Redondas quis 'aprofundar' o tema, e ver quais são os cenários que cada um tem a seu favor.
Começando pelo Norte, D. Chaves e Ribeirão têm encontro marcado no reduto do primeiro. Com as equipas empatadas no número de pontos, o D. Chaves sobe se ganhar, ou até empatar, enquanto que ao Ribeirão só a vitória interessa para garantir o primeiro lugar.
Na Zona Centro, Lusitânia e Bustelo entram na última jornada também empatados no número de pontos, mas com os açorianos em vantagem no confronto directo. Portanto, os insulares garantirão a manutenção, desde que façam o mesmo resultado dos aveirenses.
Enquanto que o Lusitânia se desloca ao terreno do Cinfães, segundo classificado, o Bustelo recebe o Pampilhosa. Num duelo entre equipas de Aveiro, o Bustelo está obrigado a vencer e esperar que o Lusitânia não vença. Em caso de derrota açoriana em Cinfães, o Bustelo pode até empatar.
E por fim, é no Sul que se concentram as maiores decisões: falta saber quem sobe, e falta saber quem acompanha o Ribeira Brava na descida. O histórico Farense recebe a U. Leiria, num duelo a fazer lembrar outros tempos, e em caso de vitória, sobe automaticamente. Se empatarem, os algarvios têm que torcer por um deslize do Mafra, em casa, frente ao Sertanense, uma vez que os lisboetas só ganhando podem subir. O Mafra está então obrigado a vencer, e esperar que o Farense não o faça, para poder subir.
Na luta pela manutenção, Carregado e Oeiras estão separados por dois pontos na tabela, sendo que a formação de Alenquer tem vantagem no confronto directo. Logo, um empate do Carregado, em casa, frente ao Casa Pia, garante-lhe a manutenção, enquanto que o Oeiras está obrigado a vencer o Pinhalnovense, e esperar que o Carregado perca, para assegurar a continuidade na II Divisão.
Mais a título de curiosidade, refira-se que caso D. Chaves e Farense subam, teremos um trio de históricos a regressar aos campeonatos profissionais, já depois do Ac. Viseu ter festejado a promoção na semana passada.
Serão, ao que tudo indica, sete jogos de emoções fortes, onde se espera que o desportivismo, o fair-play e, acima de tudo, a verdade desportiva, imperem.

Sem comentários:

Enviar um comentário