quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Recordar: Benfica 0-0 Penafiel - 5-3 G. P.

A 19 de Outubro de 2008 - ou seja, há três anos atrás -, a Luz 'tremeu', quando o Penafiel da II Divisão levou o Benfica a prolongamento, em jogo a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal.
A equipa encarnada era orientada pelo espanhol Quique Flores, enquanto do outro lado estava Rui Quinta, hoje treinador-adjunto do FC Porto, e na altura, treinador principal dos durienses.
O Benfica apresentou-se algo lento na primeira parte, mas ainda assim dispôs de duas bolas oportunidades para marcar: primeiro foi Makukula quem desperdiçou; depois foi Di María que atirou à barra.
No segundo tempo, e com as entradas de Suazo e Reyes para os lugares de Balboa e Urreta, o Benfica voltou a estar por cima no jogo, e voltou a ter em Makukula o grande 'desperdiçador': primeiro atirou para fora; depois proporcionou a Zé Eduardo uma excelente defesa quando estavam decorridos 85' minutos.
A resposta penafidelense apareceu em cima do minuto 90', mas nem Dias, nem Vítor, conseguiram concretizar, e o Penafiel perdeu uma chance enorme de afastar o Benfica já sobre o apito final.
A partida seguiu naturalmente para prolongamento, e foi o Penafiel quem esteve perto de marcar primeiro: Quim aos 95' efectuou um remate perigoso, mas viu Moreira negar-lhe o golo com uma boa defesa.
Do lado encarnado, Suazo e novamente Makukula, não conseguiram concretizar e o nulo subsistiu até final dos 120' minutos.
Na marcação das grandes penalidades, Moreira foi o 'herói' da noite, ao defender um penalti de Dias, sendo que no lado encarnado todos os cinco jogadores chamados a converter, marcaram.
Ficha de Jogo:

Jogo realizado no Estádio da Luz
Quarteto de arbitragem composto por: Paulo Baptista (Árbitro Principal - AF Portalegre); Luís Tavares e José Braga (Árbitros Assistentes); António Baptista (Quarto Árbitro)

Benfica: Moreira; Miguel Vítor (Katsouranis 77'), Luisão, Sidnei e Léo; Binya e Rúben Amorim; Urreta (Reyes 56'), Di María e Balboa (Suazo 56'); Makukula.
Treinador: Quique Flores. Suplentes Não Utilizados: Moretto; Jorge Ribeiro, Felipe Bastos e Cardozo.

Penafiel: Zé Eduardo; Pedro Moreira (Vagner 118'), Costa, Ginho e Zé Nando; Vítor, Ferreira, Bruno Madeira (Alex 61') e Dias; Michel e Léo Oliveira (Quim 80').
Treinador: Rui Quinta. Suplentes Não Utilizados: Vasco Viana; Edu Castigo, Rafa e Faísca.

Disciplina:
Amarelos: Binya 22'; Michel 36'; Zé Nando 38'; Sidnei 45'; Alex 78'; Katsouranis 105'; Di María 106'; Zé Eduardo 112'; Vítor 117'.

Marcador: Nada a assinalar. Marcha dos penaltis: Reyes (Benfica) marca, 1-0; Vítor (Penafiel) marca, 1-1; Di María (Benfica) marca, 2-1; Quim (Penafiel) marca, 2-2; Katsouranis (Benfica) marca, 3-2; Dias (Penafiel) falha; Rúben Amorim (Benfica) marca, 4-2; Vagner (Penafiel) marca, 4-3; Suazo (Benfica) marca, 5-3.

Sem comentários:

Enviar um comentário