segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Paulo Catarino: 250 Golos!

(Catarino com a t-shirt alusiva aos 250 golos.)
Paulo Catarino devia dispensar apresentações. Pelo menos na Zona Sul do País, é certo que as dispensa, pois é lá que fez grande parte dos 250 golos que apontou até aos dias de hoje enquanto sénior.
O momento escolhido para falar da carreira deste goleador de 39 anos, não foi escolhido ao acaso: Catarino apontou neste domingo, o golo número 250 da carreira enquanto sénior.
Fez golos por todos os clubes onde passou, excepto no Aljustrelense. De resto: Quintajense, Fabril, Comércio e Indústria, União Santiago, Alcanenense, Montijo, Nacional, Imortal, V. Setúbal, Olhanense, Leça, Atlético, Olivais e Moscavide, Pinhalnovense, Mafra, Santana, Amarante, União de Montemor, Torreense, Malveira e Alcochetense, são os clubes por onde Catarino passou com sucesso. Ou melhor: com golos.
Hoje, o golo 250 foi precisamente apontado ao Aljustrelense, e com a camisola do Fabril, clube por onde já havia passado no início da sua carreira (92/93), quando na altura, o clube ainda era chamado de Quimigal.
O ponto alto da carreira foi quando representou o 'seu' Vitória na Primeira Liga, tendo marcado um golo para a Taça de Portugal, e aos 39 anos continua cheio de força e vontade de fazer ainda mais golos.
A sua formação foi dividida entre o SC Figueirense de Setúbal e o 1º de Maio também do distrito de Setúbal, sendo que o Quintajense lhe abriu as 'portas' por duas ocasiões: 91/92 e 93/94; algo que também aconteceu com o Olhanense (00/01 e 01/02), Pinhalnovense (03/04 e 05/06), e agora com o Fabril, depois da passagem por lá em 92/93.
Como já disse, tem 39 anos. 39 anos de luta e trabalho em busca de concretizar o seu grande sonho desde pequeno: viver às 'custas' do futebol. E quem faz golos como Catarino faz, merece-o.
Precisou de dois jogos na temporada que ainda agora arrancou para fazer três golos e atingir a bonita e, para muitos, inatingível, marca dos 250 golos.
Promete não ficar por aqui, mas é certo que, por agora, o objectivo passa por chegar aos 300 golos. A 'ternura dos 40' chegará em Março, mas depois do que leu, ainda acha que isso interessa a Catarino?

Sem comentários:

Enviar um comentário