sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Taça de Portugal: Nacional vence nos penaltis

(Edgar Costa, aqui a controlar o lance, foi expulso em cima do intervalo.)
Está encontrado o último semi-finalista da Taça de Portugal: o Nacional venceu esta noite o Moreirense da Liga Orangina, após o desempate por grandes penalidades, e junta-se assim a Sporting, Académica e Oliveirense.
O Nacional aos vinte minutos de jogo, já vencia por 2-0, depois de Claudemir ter convertido uma grande penalidade em golo, logo no segundo minuto, sendo que Diego Barcellos aumentou depois a contagem.
A poucos minutos do intervalo, Edgar Costa encostou a cabeça a Fábio Espinho, e foi expulso, enquanto que no início do segundo tempo, Stojanovic seria expulso por acumulação de amarelos.
Com onze contra nove, os da casa acreditaram, e Fábio Espinho, de penalti, reduziu para 1-2, logo aos quatro minutos da etapa regulamentar.
O Moreirense partiu então 'para cima' dos madeirenses, mais com o coração do que com a cabeça, e ao minuto 88', alcançaria o empate: cruzamento de Espinho na direita, Vladan a largar o esférico, e Bruno Moreira a agradecer a oferta para restabelecer a igualdade a pouco tempo do fim dos noventa minutos.
O prolongamento foi inevitável, e nesse período de tempo, era já notório o cansaço dos jogadores de ambas as equipas, sendo que Neto, do Nacional, acertou na trave da sua própria baliza, momentos antes da partida ir para penaltis.
Até nos penaltis, as equipas pareciam ter dificuldade em vencer, até que chegou a altura do 'mata-mata': já haviam sido batidas cinco grandes penalidades por ambas as equipas, todas elas com sucesso. Na sexta, Neto marcou para o Nacional e colocou a pressão toda em Ghilas, que acabou por atirar ao poste.
O Nacional venceu por 6-5, e está nas Meias Finais da Taça.

Sem comentários:

Enviar um comentário