quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Liga dos Campeões: FC Porto 1-0 PSG

Muito Porto para pouco PSG. Assim se resume de forma breve, uma partida que os dragões dominaram de princípio ao fim, e venceram 'apenas' por uma bola a zero, com os números do triunfo a serem escassos, dadas as várias oportunidades de golo que os portistas desperdiçaram.
Perante um topo Norte praticamente despido de adeptos parisienses, o FC Porto podia ter marcado por duas vezes nos primeiros cinco minutos: primeiro, James fez um fraco desvio de cabeça; e de seguida, Moutinho teve tudo para inaugurar o placard, mas atirou à malha lateral.
Depois, depois bem, veio a resposta parisiense pelo suspeito do costume: Helton entregou mal e Nenê cruzou direitinho para a cabeça de Ibrahimovic, com o sueco a cabecear ao lado, quando estavam decorridos onze minutos.
Seis minutos depois, Moutinho voltou a ameaçar, com um remate a rasar o poste direito da baliza de Sirigu, e a resposta francesa veio novamente por Ibrahimovic, com o sueco a arrancar em posição legal, e a desviar um cruzamento vindo da esquerda com o calcanhar, tentando fazer um golo do outro Mundo. Helton mostrou-se atento, e recuou a tempo de desviar para canto.
Até ao intervalo, mais duas oportunidades para o FC Porto: primeiro, Jackson cabeceou ao lado; e depois, James viu Sirigu negar-lhe o golo.
Se a primeira parte dos portistas havia sido avassaladora em termos ofensivos e de construção de jogo, a segunda parte continuou assim: a praticar um bom futebol, à turma da casa só faltava o golo.
E em menos de dez minutos, os dragões tiveram três boas oportunidades para marcarem: Jackson aos 52', demorou a rematar; James aos 59', quase fazia um bonito golo com um remate à meia-volta; e Varela no minuto seguinte, isolado perante Sirigu, rematou contra os pés do guardião italiano.
À entrada para o minuto 73', e em simultâneo, Vítor Pereira lançou Atsu, e Carlo Ancelotti lançou Lavezzi. O argentino esteve apenas oito minutos em campo, pois aos 81' seria substituído pelo compatriota Pastore, mas ainda teve tempo para testar as qualidades de Helton, com um remate à entrada da área.
Atsu também teve tempo para testar as qualidades do guarda-redes adversário, mas não só: o ganês agitou por completo o futebol portista, criando duas ocasiões para marcar, primeiro com um cruzamento-remate, obrigando Sirigu a ceder canto; e depois com um remate para defesa apertada do italiano.
Até que quando o Dragão começava a ficar impaciente, James apontou o golo do triunfo aos 83' minutos, acabando de vez com o losango 'suicida' de Ancelotti: após dois ressaltos de cabeça na área, na sequência de um cruzamento de Moutinho na esquerda, James finalizou de primeira com um belo remate de pé esquerdo, colocando uma enorme justiça no marcador.
O PSG foi claramente inofensivo no segundo tempo, criando apenas algum 'frison' nas bancadas já em período de compensação, quando ganhou um livre lateral na esquerda do seu ataque.
Com este triunfo, o FC Porto lidera o Grupo A com seis pontos, sendo que no outro jogo do grupo, o Dinamo Kiev bateu o Dinamo Zagreb por 2-1. Na próxima ronda, o FC Porto recebe o Dinamo Kiev, enquanto que o PSG se desloca a Zagreb.
Ficha de Jogo:

Jogo realizado no Estádio do Dragão, no Porto
Quarteto de Arbitragem composto por: Howard Webb (Árbitro Principal - Inglaterra); Michael Mullarkey e Darren Cann (Árbitros Assistentes); Stephen Child (Quarto Árbitro)

FC Porto (4-3-3): Helton; Danilo, Otamendi, Maicon e Alex Sandro; Fernando, João Moutinho e Lucho (Defour 81'); James Rodríguez (Mangala 90+1'), Jackson Martínez e Varela (Atsu 73').
Treinador: Vítor Pereira. Suplentes Não Utilizados: Fabiano; Miguel Lopes, Castro e Kléber.

PSG (4-4-2): Sirigu; Van der Wiel (Jallet 62'), Thiago Silva, Sakho e Maxwell; Verratti, Chantôme, Matuidi e Nenê; Ibrahimovic e Ménez (Lavezzi 73'; substituído por Pastore aos 81').
Treinador: Carlo Ancelotti. Suplentes Não Utilizados: Douchez; Alex, Armand e Kevin Gameiro.

Disciplina:
Amarelos: Thiago Silva 06'; Fernando 45+1'; Jallet 71'.

Marcador: 1-0 James Rodríguez 83'.

Sem comentários:

Enviar um comentário