quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Liga dos Campeões: Hulk mantém Porto na corrida

(Otamendi parece ter o lance controlado perante a pressão de um adversário.)
O FC Porto venceu em Donetsk por 0-2 e mantém-se na corrida pelo apuramento para os Oitavos, muito graças às individualidades de Hulk: o brasileiro marcou o primeiro aos 79'; e esteve na origem do lance que daria o segundo golo.
Com esta vitória e aproveitando o empate entre APOEL e Zenit - os cipriotas já estão apurados -, a equipa lusa depende agora de si própria para seguir em frente na Champions. Para isso, 'só' precisa de vencer o Zenit no Dragão.
Logo nos primeiros segundos de jogo, Luiz Adriano atirou contra Helton, e a resposta portista não tardaria muito, pois aos quatro minutos, Hulk esteve perto de abrir o activo.
Cometendo erros atrás de erros na zona defensiva, especialmente pelo centro do terreno, a equipa portista esteve perto de sofrer golo aos nove minutos, quando Willian apareceu solto à entrada da área, mas rematou para defesa de Helton.
Aos vinte minutos e mais uma vez pelo meio, o Shakhtar enviou uma bola ao poste, por intermédio de Luiz Adriano, que depois de deixar Rolando para trás e mesmo a ser agarrado por este, atirou rasteiro contra o ferro.
O FC Porto não estava mal ofensivamente, apenas faltava levar mais perigo à baliza ucraniana, algo que Hulk tentou por várias vezes, através de jogadas individuais que em nada resultaram.
No segundo tempo, o FC Porto surgiu mais controlador da partida, acelerando o ritmo de jogo em busca de um golo que permitisse chegar à vantagem, mas aos 72' os ucranianos criaram o grande 'calafrio' da noite aos portistas: Fernandinho rematou de fora de área, a bola bateu em Rolando, Helton ainda chegou e desviou para o poste, valendo novamente o guardião brasileiro a sacudir a bola com o pé, para canto.
Vítor Pereira trocou Djalma por Cristián Rodríguez logo de seguida, mas aos 79', um excelente passe de Moutinho, isolou Hulk, que fazendo uso do seu pé direito, bateu Rybka e inaugurou o marcador.
O Shakhtar respondeu por Mkhitaryan - o jogador mais inconformado dos ucranianos -, que apareceu na cara de Helton, mas não conseguiu marcar, fruto de um corte na hora 'h' de Álvaro Pereira.
Já em período de descontos, Hulk teve um excelente trabalho junto à bandeirola de canto, deixando para trás Fernandinho e Douglas Costa, mas o seu cruzamento para a área acabou facilmente aliviado pela defensiva contrária. A bola sobrou para Maicon, e o remate do central adaptado a lateral, desviou em Rat e anexou-se nas redes da baliza do Shakhtar.
Era o 0-2 e o FC Porto mantém-se na luta pelo apuramento, garantindo desde já a Liga Europa, uma vez que o Shakhtar já não tem qualquer hipótese de seguir em frente nas competições europeias.
A última jornada do Grupo G, disputa-se no próximo dia 6 de Dezembro, com um FC Porto - Zenit que será decisivo nas contas dos azuis e brancos.

Sem comentários:

Enviar um comentário