sábado, 19 de maio de 2012

Chelsea é o novo campeão europeu

O Chelsea é o novo campeão europeu de clubes, tendo derrotado esta noite o Bayern, em Munique (!), após desempate por grandes penalidades.
A missão dos londrinos não se avizinhava nada fácil, com o Bayern a jogar a final em casa, e a massacrar por completo os 'blues'. Blues esses que se defenderam com unhas e dentes, tal como haviam feito na meia-final ante o Barcelona.
Depois de ter andado cerca de oitenta minutos 'em cima' do Chelsea, o Bayern marcaria aos 83', por intermédio de Thomas Muller, que cabeceou sem oposição perante um desamparado Cech.
Di Matteo tinha de arriscar, e arriscou. Após um canto, e já com Torres em campo, Drogba teve um cabeceamento fulminante, que Neuer não conseguiu deter, vindo certamente à memória de muita gente, a reviravolta do United frente ao Bayern em 1999, pois estavam agora decorridos 88' minutos.
O prolongamento chegou, e o Bayern teve nova oportunidade para passar para a frente do marcador, quando Drogba derrubou Ribèry na grande área. Proença assinalou - e bem - grande penalidade, mas Robben não conseguiu bater Cech, que fez uma grande defesa.
Nos penaltis, Lahm abriu a contagem, e Mata falhou. A festa bávara começava a ficar pronta, com dois golos para cada lado, que davam um score de 3-2. Mas Olic falhou, e Lampard não. Schweinsteiger acertou no poste, e Drogba marcou. O Chelsea é campeão europeu!
Paulo Ferreira e Bosingwa repetem a conquista de 2004, enquanto que Hilário e Raúl Meireles se estreiam como vencedores da prova. Convém ainda referir André Villas-Boas, que também é responsável por parte deste êxito.
As estatísticas revelam a supremacia alemã: é que o primeiro e único remate do Chelsea à baliza, surgiu apenas aos 37' minutos, por intermédio de Kalou. E no único canto que os londrinos tiveram a seu favor, marcaram.
O futebol é mágico por isto: nem sempre quem joga melhor, vence. Se o Bayern massacrou e jogou bom futebol, o Chelsea defendeu-se como pôde, e acreditou sempre na sua estratégia.
Depois de tanto investimento, Abramovich 'finalmente' vê o 'seu' clube ganhar a Liga dos Campeões.
Ficha de Jogo:

Jogo realizado no Estádio Allianz Arena, em Munique
Equipa de arbitragem composta por: Pedro Proença (Portugal - Árbitro Principal); Ricardo Santos e Tiago Trigo (Árbitros Assistentes); Jorge Sousa e Duarte Gomes (Árbitros de Baliza); Vellasco Carballo (Espanha - Quarto Árbitro)

Bayern Munique (4-2-3-1): Neuer; Contento, Boateng, Tymoschuk e Lahm; Schweinsteiger e Kroos; Ribèry (Olic 97'), Muller (Van Buyten 86') e Robben; Mario Gómez.
Treinador: Jupp Heynckes. Suplentes Não Utilizados: Butt; Rafinha, Usami, Pranjic e Petersen.

Chelsea (4-2-3-1): Cech; Bosingwa, Cahill, David Luiz e Ashley Cole; Obi Mikel e Lampard; Kalou (Fernando Torres 84'), Mata e Bertrand (Malouda 73'); Drogba.
Treinador: Di Matteo. Suplentes Não Utilizados: Turnbull; Paulo Ferreira, Romeu, Essien e Sturridge.

Disciplina:
Amarelos: Schweinsteiger 02'; Ashley Cole 81'; David Luiz 86'; Drogba 94'; Fernando Torres 120'.

Marcador: 1-0 Muller 83'; 1-1 Drogba 88'.
Penaltis: 1-0 Lahm; Mata falhou; 2-0 Gómez; 2-1 David Luiz; 3-1 Neuer; 3-2 Ashley Cole; Olic falhou; 3-3 Lampard; Schweinsteiger falhou; 3-4 Drogba.

Sem comentários:

Enviar um comentário