sábado, 26 de maio de 2012

Nuno Oliveira: "Segredo foi o espírito de grupo"

(Na recepção ao Boavista na jornada vinte e nove, o SJ Vêr venceu por 2-1.)
Na Zona Centro da II Divisão, uma das maiores surpresas pela positiva, a par do Amarante, foi o SJ Vêr, que tal como os amarantinos, disputava a III Divisão na época anterior.
Afastados da II Divisão desde a temporada 02/03, os sanjoaninos terminaram o campeonato em igualdade com o Amarante na quinta posição, pois ambos somaram quarenta e nove pontos.
O blogue falou com Nuno Oliveira, experiente guardião da equipa do concelho de Santa Maria da Feira, que começou por revelar o 'segredo' para a época realizada:
"Na minha opinião, o grande segredo para a brilhante época que fizemos, é o espírito de grupo que existe, pois a maioria dos jogadores já jogam juntos há três épocas, e deixámos de ser uma equipa, para sermos uma família."
Depois de um excelente arranque de temporada, onde à sexta jornada era segundo classificado, o SJ Vêr quebrou entre as jornadas sete e dezassete, passando por alguns calafrios, embora sem nunca cair na linha-de-água.
Nuno Oliveira aponta para as lesões e os castigos na equipa como um dos problemas para a quebra da equipa, referindo ainda que a equipa teve de treinar várias vezes no campo pelado, devido ao mau tempo:
"Passámos por um período menos bom, pois tivemos bastantes lesões, e alguns castigos, e como é sabido nós não possuímos das melhores condições de treino. Devido ao mau tempo, tivemos que treinar várias vezes no pelado, e tudo isso originou a que a equipa tivesse uma quebra."
Como ponto alto da temporada, o guarda-redes aponta ao início de temporada, enquanto que em sentido contrário, fala na quebra entre as jornadas sete e dezassete:
"É claro que o ponto alto da temporada, foi o brilhante começo de época, pois uma equipa com pouca ou quase nenhuma experiência de II Divisão, conseguiu fazer um arranque brilhante. O ponto baixo, aconteceu sem dúvida entre as jornadas sete e dezassete pelas várias razões que enumerei, o que levou a que a equipa 'abanasse' um pouco."
Nuno Oliveira alinhou em vinte e sete jogos no campeonato, destacando que foi uma boa época a nível pessoal:
"A nível pessoal, penso que foi uma boa época, pois joguei praticamente todos os jogos, e ajudei a equipa a cumprir os seus objectivos."
Em relação à próxima temporada, o guardião abre as portas à sua continuidade em São João de Vêr:
"Quanto ao futuro, enquanto o SJ Vêr achar que eu reúno condições para ser útil à equipa, eu vou jogando. Quando o clube ou eu, concluir-mos que já não há condições, acaba. Eu digo isto, porque o meu trabalho não me permite treinar a qualquer hora, e quando o clube me convidou para ir para lá jogar, deu-me todas as condições para que eu pudesse conciliar as duas coisas."
Actualmente com trinta anos, Nuno Oliveira foi formado no Lourosa, clube pelo qual se estreou como sénior, quando ainda tinha idade de júnior. Daí 'saltou' para o Salgueiros, seguindo-se passagens por Esmoriz, Cesarense, novamente Lourosa e U. Lamas, antes de chegar ao SJ Vêr em 09/10.

Sem comentários:

Enviar um comentário