quinta-feira, 28 de junho de 2012

Libertadores: Corinthians empata na Bombonera

Arrancou com um empate a final da Taça Libertadores, na América do Sul. Na primeira mão da final, na Argentina, Boca Juniors e Corinthians empataram a uma bola, e deixam tudo em aberto para o jogo da segunda mão no Pacaembu.
Estreante na final da Libertadores, o Corinthians entrou na partida sem medo do Boca, e Paulinho do meio da rua, deu o primeiro aviso a Orión, que fez uma grande defesa para canto.
Os argentinos ficaram perto de marcar aos 34' minutos, quando após um cruzamento de Pablo Mouche na direita, Santiago Silva - esse mesmo, o que passou pelo Beira-Mar em 04/05 -, tentou o bonito através de um pontapé de bicicleta, que foi travado pelas pernas de Alessandro.
Liedson entraria em campo pouco depois, aos 38', substituindo o lesionado Jorge Henrique, que havia treinado condicionado durante os dias que antecederam esta primeira mão.
No segundo tempo, o 'Timão' entrou diferente de como havia entrado no início da partida. Os actuais campeões brasileiros deram espaço ao Boca, e permitiram que os argentinos, liderados por Riquelme, fossem trocando a bola a seu bel-prazer, e acreditando cada vez mais no golo, embalados por um estádio da Bombonera completamente lotado.
Aos 60', Mouche, já dentro de área, rematou para defesa de Cássio, mas aos 73' minutos, o mesmo Mouche viria a cobrar o canto que daria o 1-0 aos da casa.
Canto cobrado na esquerda do ataque do Boca, após um desvio, Santiago Silva cabeceou para golo, mas Chicão, em cima da linha e com a mão, impediu que a bola entrasse. No entanto, esta sobrou para Roncaglia, que à boca da baliza, não teve dificuldades em empurrar para o primeiro golo da noite.
Com o golo de Roncaglia, os da casa galvanizaram-se na procura do segundo, enquanto que por sua vez, o Corinthians encolheu-se ainda mais no terreno, acusando claramente o golo sofrido.
Aos 83' minutos, o técnico do 'Timão', Tite, tirou Danilo e lançou Romarinho, com o jovem avançado brasileiro a marcar na primeira vez que tocou no esférico, picando a bola por cima de Orión, depois de ter sido assistido de forma primorosa por Emerson.
Nos descontos, ainda houve tempo para um cabeceamento de Viatri, jogador do Boca, à trave.
Na próxima madrugada de quarta para quinta-feira - hora portuguesa -, Corinthians e Boca encontram-se no Pacaembu, numa partida que deverá ser transmitida pela SportTv a partir das 1h50, como aconteceu, de resto, esta madrugada.
Em caso de empate, independentemente do número de golos marcados, a partida será desempatada através da marcação de grandes penalidades, uma vez que na final da prova, os golos marcados fora não têm qualquer valor.
Ficha de Jogo:

Jogo realizado no Estádio La Bombonera, em Buenos Aires - Argentina
Árbitro Principal: Enrique Osses (Chile)

Boca Juniors (4-4-2): Orión; Roncaglia, Carruzzo, Schiavi e Clemente Rodríguez; Pablo Ledesma (Rivero 81'), Somoza, Riquelme e Erviti; Mouche (Cvitanich 86') e Santiago Silva (Viatri 84').
Treinador: Julio Falcioni. Suplentes Não Utilizados: Sosa; Sauro, Cristian Chavez e Sánchez Miño.

Corinthians (4-4-2): Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex (Wallace 90+1') e Danilo (Romarinho 83'); Jorge Henrique (Liedson 38') e Emerson.
Treinador: Tite. Suplentes Não Utilizados: Júlio César; Welder, Marquinhos e Douglas.

Disciplina:
Amarelos: Roncaglia 18'; Riquelme 41'; Chicão 73'; Fábio Santos 86'; Erviti 87'.

Marcador: 1-0 Roncaglia 73'; 1-1 Romarinho 85'.

Sem comentários:

Enviar um comentário