quinta-feira, 7 de março de 2013

Liga Europa: Benfica derrota Bordéus

O Benfica entrou com o pé direito nos Oitavos-de-Final da Liga Europa, ao vencer o Bordéus por uma bola a zero, com golo de Rodrigo, dividido a meias com Carrasso, aos 21' minutos.
Num jogo muito fraquinho, e com o Benfica a fazer uma exibição desinspirada como há muito não fazia, a partida salvou-se pelo remate de Rodrigo à passagem do minuto vinte, que bateu na trave e de seguida nas costas do guardião francês Carrasso, antes de entrar na baliza girondina.
O Benfica procurou desde cedo assumir o controlo da partida, mas encontrou um adversário a defender a toda a largura do seu terreno, e a dificultar os caminhos para a sua baliza.
A juntar a isto, o ritmo da partida era lento, tal como os franceses queriam, mas a verdade é que na primeira vez que imprimiu alguma velocidade no jogo, o Benfica marcou: cruzamento de Melgarejo na esquerda, Ola John amortece com o peito para Rodrigo, e o brasileiro naturalizado espanhol a rematar à trave, com a bola a bater nas costas de Carrasso e a entrar.
Os encarnados animaram-se com o golo marcado, e logo a seguir Cardozo podia ter aumentado o score, mas não foi capaz de o fazer.
O Bordéus 'perdeu-se' um pouco na partida após sofrer o golo, mas à beira do intervalo, voltaria a entrar na partida, quando Obraniak obrigou Artur a defender com os punhos.
Depois de uma primeira parte fraca, a segunda parte também não foi muito melhor, com o Benfica a ficar mais lento e previsível e a cometer uma série de erros que não tiveram graves consequências.
A formação francesa estava agora mais organizada e mais ciente de que teria de 'andar muito' para conseguir outro resultado, enquanto que o público da Luz começava a ficar impaciente. Jesus lançou então Enzo Pérez e Salvio em simultâneo para os lugares de Carlos Martins e Cardozo, e pouco depois, lançaria Lima para o lugar de Ola John, mas nem assim o rumo do jogo foi invertido.
O Benfica voltaria, ainda assim, a ameaçar por Rodrigo, que chegou ligeiramente atrasado a um cruzamento de Melgarejo na esquerda, depois de uma bela arrancada do paraguaio.
Os franceses sem arriscarem muito, tiveram uma boa ocasião já perto do minuto noventa, quando o tunisino Khalfallah apareceu isolado frente a Artur, mas permitiu a defesa ao brasileiro.
A partida terminaria pouco depois sem lances dignos de registo, e com os adeptos benfiquistas a saírem desiludidos com a exibição da sua equipa, e a brindarem-na com assobios, algo que o Estádio da Luz há muito não protagonizava.
Muito melhor que a exibição, foi o resultado, que deixa o Benfica em vantagem para a segunda mão, e com excelentes perspectivas de chegar aos Quartos-de-Final. De hoje a uma semana, dia 14 de Março, o Benfica desloca-se então a Bordéus.
Ficha de Jogo:

Jogo realizado no Estádio da Luz, em Lisboa
Quarteto de arbitragem composto por: Alon Yefet (Árbitro Principal - Israel);

Benfica (4-4-2): Artur; André Almeida, Garay, Luizão e Melgarejo; Roderick, Ola John (Lima 74'), Carlos Martins (Enzo Pérez 64') e Gaitán; Cardozo (Salvio 64') e Rodrigo.
Treinador: Jorge Jesus. Suplentes Não Utilizados: Paulo Lopes; Jardel, Maxi Pereira e Aimar.

Bordéus (4-5-1): Carrasso; Mariano, Henrique, Sané e Trémoulinas; Sertic, Faubert (Traoré 43'), Plasil, Obraniak e Maurice-Belay (Khalfallah 79'); Diego Rolán (Bellion 66').
Treinador: Francis Gillot. Suplentes Não Utilizados: Keita; Marange, Planus e Poundje.

Disciplina:
Amarelos: Carlos Martins 50'; Rodrigo 54'.

Marcador: 1-0 Carrasso 21' P. B..

Sem comentários:

Enviar um comentário